Para ela


Sim, esse texto está sendo escrito pensando em você, mas não sinta-se privilegiada, é só para tentar aliviar tudo que queria lhe dizer antes que eu exploda. Nunca serei como você, nunca vestirei tantas roupas curtas e decotadas, nunca vou sair para beber várias vezes na semana e nunca sairei de uma festa destruída de tão bêbada, você se sente bem assim? Ótimo, não lhe julgo, se isso a faz feliz você não pode deixar de fazer nem de ser o que gosta. 
Você deve ter suas qualidades, mas não as conheço muito porque só conheço o que você demonstra ser. Eu não deveria ter raiva de você, não mesmo porque a culpa não é totalmente sua. Vocês ainda se falam? Trocam mensagens? Bom, ser a primeira opção no direct dele deve significar algo, e eu deveria estar chateada só com ele, afinal você é descompromissada, mas fico pensando também é na infidelidade que existe entre as mulheres. Pôxa, que tipo de mulher mantém conversas com caras compromissados? A troco de quê? Se existe alguma coisa nessa fumaça sejam honestos e me falem.
Dia desses estava falando sobre honestidade para os meus alunos, e nossa, isso me faz refletir muito sobre as pessoas que convivo, sobre minha cidade e sobre como tudo hoje em dia tem um pouco de desonestidade. Mas vinda de você a desonestidade triplica, depois de tantos anos, depois de tantas coisas você ainda é o motivo de muitos dos meus choros e noites maldormidas. Menina, ser um pedaço de carne exposto nos bares e nas redes sociais não vai te fazer bem futuramente, dar em cima dos namorados das outras meninas também não. Seja honesta consigo, tenha valores para cultivar e não para destruir. 
Como disse anteriormente, não posso julgá-la, mas pare de enganar as pessoas, pare de magoá-las, procure alguém que seja honesto com você também. Sei que eu deveria tomar uma atitude, que eu deveria falar diretamente, mas você lembra que eu já falei? Não vejo você como uma ameaça, a vejo como alguém que pode destruir parte dos meus sonhos, mas não a mim. Porém a vejo ainda mais como alguém vazia, alguém que precisa se camuflar para se sentir melhor e que para isso precisa continuar me magoando e certamente magoando outras meninas.

imagem: pinterest










O que eu significo para ele? O jogo é mais importante, o cachorro é mais importante, a academia é mais importante e para mim fica o que sobrar, que muitas vezes nem sobra. Ás vezes tenho aquela impressão horrível de que ele não gosta de ficar comigo, não sei, mas tem dias como hoje que dói pensar nessas coisas porque dói aceitar que pode ser isso mesmo. Nunca fui de querer ou gostar de coisas grandiosas, nunca namorei nenhum menino rico, não por falta de oportunidade, mas por falta de coração envolvido mesmo... Nunca fui de querer nada além do próprio amor, de atenção e um pouco de carinho. Sempre fui romântica, apaixonada, e a delicadeza de um carinho ou de um telefonema me fazem falta, mas consigo sobreviver sem, o que não consigo é pensar que tenho sido um fardo, alguém que não se "dispensa" porque se pediu, e isso sim, isso tem me magoado muito. Sei e entendo que o tempo dele é pouco, mas pôxa, e eu? Ele já parou para pensar o quanto trabalho? O quanto sou ocupada? Ele já parou para pensar o quanto me esforço para entre uma aula e outra mandar uma mensagem? Ele já parou para pensar que quando ele vem me buscar seja a hora e o dia que for eu vou e quando eu chego ainda vou trabalhar em alguma coisa da escola enquanto ele pode dormir? Será que ele já parou para pensar que os sumiços dele me deixam aflita? Eu queria muito que ele visse de verdade meu amor por ele e passasse a cuidar mais e a presar pelo nosso amor, porque afinal de contas não se ama sozinho e não se constrói um relacionamento sozinho. Estou ainda aqui tentando em honra ao tamanho do meu amor e a tudo o que ele me prometeu, ainda estou aqui porque apesar de tudo acredito em nós, porque esse jeito dele parece ser uma forma de dizer que se sobrepõe. Tudo que quero é que ele me trate como trata outras pessoas e outras coisas, já desisti até de ser única e especial, só acho que um pouco de carinho dado a quem se ama de verdade nunca é demais. Queria que ele sentisse um pouco da minha falta como sinto dele, acho que é normal sentir saudades não? Não sei se a culpa é minha de me fazer muito presente, ou se realmente minha companhia não é lá essas coisas, o que sei é que tá doendo, o que sei é que provavelmente eu vá chorar até dormir e que não posso dizer nada do que escrevi aqui sabe por quê? Porque a resposta dele será: se não está satisfeita procure outro. O que ele não entende é que se estou lutando não quero outro, se insisto é porque o amo, se choro é porque sinto falta, e se espero é porque ACREDITO!



"Decide aí, enquanto eu vou dar uma volta na cidade,
mas pense bem para depois não se arrepender,
no supermercado não vai me encontrar,
na farmácia não vende remédio para a saudade."
[ Decide aí - Matheus & Kauan]





O amor e a dor de ser professor


Nunca tive dúvidas do que escolhi ser, como o jornalista Alexandre Garcia certa vez falou, ser professor nem é profissão, é vocação! Desde criança gosto desse mundo da educação que para mim ainda é mágico, mas o que tenho percebido é que ao invés de melhorar, as coisas ficam mais complicadas a cada dia. 
Hoje, legalmente, começou a greve na educação do meu Estado e sabe, me corta o coração saber que meus colegas estão lutando pelos nossos direitos, por melhores condições de trabalho e eu aqui parada "sem fazer nada".
Não me lamento nem reclamo do que ganho, ainda moro com meus pais e não tenho filhos, mas sei que não é justo o tanto que ganho pelo tanto que trabalho. Professor, não tem hora para exercer a profissão, é uma espécie de mãe, pai, psicólogo, irmão, amigo, dentre outras dezenas de qualificações, e sinceramente não entendo o porquê de tanto desprezo pelo nosso trabalho aqui no Brasil.
Dia desses fiquei extremamente chateada e agradeci muito por não estar presente enquanto uma tia minha elogiava uma pessoa da família, que tem um salário maior, e dizia que "essa sim era gente, e não fulana que tem uma formaçãozinha fuleira". Pois é, a "fulana" à que minha tia se referiu é PROFESSORA, aliás, uma EXCELENTE professora. Me deu uma vontade de chorar e brigar ao mesmo tempo que depois agradeci por ter conseguido me controlar.
Sei que no Brasil a educação não é prioridade, e quando pensamos que as coisas estão melhorando: booooom! Estoura uma greve! O mais interessante é que somos exigidos até nossa última gota de suor, cobrados para que as aulas sejam dinâmicas, os diários estejam em dias, e mais, que nele as aulas estejam registradas como cartas direcionadas à Presidência da República, que tratemos os alunos, que não estão nem aí para nossas aulas, como celebridades, que façamos nosso trabalho calados como se não tivéssemos direitos e como se fôssemos subordinados de jovens que não estão nem um pouco a fim de aprender!
Apesar de tudo ainda vale a pena estar aqui, ainda vale a pena sonhar que a educação pode mudar o mundo, porque um ou outro aluno destoa do restante e nos faz lutar por ele. Nos  faz passar noites em claro como se fôssemos encontrar a cura para a AIDS, buscando uma maneira diferente de ensinar, e no fim vê-lo brilhando numa universidade sendo grato por cada professor que passou por sua vida.

"Ensinar é um exercício de imortalidade.
De alguma forma continuamos a viver
naqueles cujos olhos aprenderam  a ver 
o mundo pela magia da nossa palavra.
O professor, assim, não morre jamais."
[Rubem Alves]





O mesmo endereço



Eu pedi, insisti, tentei, implorei por você, isso você não pode negar, mas a dor de amar alguém que não me ama passou dos limites que pude suportar. Amo muito você, e acabei esquecendo de mim para tentar lhe convencer de que você também me amava, mas não deu certo não é? Pedir amor nunca dá certo... Não tenho atendido, respondido e nem vivido, não por orgulho ou falta de vontade, porque dói pra caramba fazer isso, mas estou com medo. Não quero ouvir mais uma vez que sou culpada por todos os erros da humanidade, que nunca me esforcei e que sou apenas uma menina mimada, meus erros eu já acertei com Deus e com o passado.
Queria muito atender um telefonema seu dizendo: "estou com saudades", "sinto sua falta", "vamos sair?" ou "eu te amo", mas sei que provavelmente será para me dizer que sou culpada por mais alguma coisa, que sou inconsequente, que faço tudo errado. Isso me amedronta, me deixa triste e desconfiada. Durante esses anos você nunca nunquinha me ligou no meio do dia, e hoje você ligou, justo hoje? Só pensei uma coisa: é para brigar, ou dizer que vai sumir, e sinceramente eu não tenho mais condições psicológicas para sofrer com a ansiedade de saber se você me ama ou não.
Dói muito, dói profundamente tentar acalmar um amor que em mim é tão vivo, mas você sabe onde moro (e que raramente saio de casa), sabe onde trabalho e sabe meus horários, se você realmente quiser falar comigo você vem até mim, como sempre fiz para lhe ver. Enquanto isso me perdoe, mas não quero mais ler mensagem alguma sobre meu passado, sobre erros ou julgamentos, afinal eu não tenho o poder de mudar o passado, mas também não posso querer sozinha construir um futuro se você não quer estar ao meu lado. Quem quer esquece orgulho e prioriza muito mais um "te amo" do que um dedo apontado na cara. Como diz uma das minhas músicas preferidas eu não mudei de cidade, tenho o mesmo endereço, ainda imagino aquela velha chuva de arroz em frente à Igreja Matriz, e não vou dizer que não espero mais nada, espero sim, ainda tenho os mesmos sonhos mas não posso fazer isso sozinha. 





Notificações de amor




Essa noite eu sonhei com ele, foi natural e real como todas as vezes. Sonhei que ele mudava a foto do WhatsApp para uma em que estou ao seu lado. Eu ficava tão feliz que lhe mandava um "eu te amo" com um gostinho todo especial. É engraçado como as coisas simples me fazem feliz até em sonho, sei que boa parte das pessoas acham esse meu lado romântico meio bobo, mas sabe que eu nem me importo? Que culpa eu tenho de ficar feliz com alguns gestos de atenção e carinho?
Sinto falta dele, choro quase todos os dias, sinto no meu peito uma angústia que me corrói aos poucos, me pergunto se isso um dia vai passar, se as coisas vão melhorar ou se o jeito sou eu aprender a conviver com tanta dor misturada. Ao menor gesto de atenção me derreto e acho que tudo vai ficar bem, depois ele some, não fala nada, e o silêncio se torna um castigo.
Prometi para mim inúmeras vezes não falar, "deixar pra lá", não esperar nada, mas é tão difícil... Às vezes acho que do dia para a noite tudo vai se resolver, na verdade, acho que tudo vai começar do zero e idealizo mensagens que ele poderia mandar, imagino que vou acordar um dia e ele vai dizer: Amor, vamos ficar juntos? Ao mesmo tempo me pergunto se não estou "viajando" demais e morro de medo de ficar amarga e desacreditar no amor.
Quando ele está perto tenho mais do que certeza que ele me ama e quer ficar comigo, mas quando ele está longe vejo que talvez seja melhor a vida dele sem mim. Isso me deixa confusa, afinal se o amo quero vê-lo feliz mesmo que não seja ao meu lado, mas ao mesmo tempo sinto que de uma forma estranha faço falta na vida dele. As coisas não poderiam ser menos complicadas? As notificações não poderiam  ser somente de amor? Sinceramente perdido é pouco para o meu coração, mas o mais engraçado é que mesmo perdido ele sabe exatamente onde quer ficar.


“Objeto dos sonhos: um relógio
 com ponteiro que pule horas difíceis.”
Fernanda Gaona

imagem by cinismo ilustrado





Precisar


Durante esses quase tês anos que o conheço,  nunca tinha precisado tanto dele como hoje. Prometi que não iria mais lhe incomodar, mas hoje realmente foi inevitável. Liguei, mandei mensagem e foi inútil, ele não atendeu, não respondeu e eu não tive muitas alternativas. Pensei por um instante que pelo menos em nome de algum sentimento que um dia ele teve por mim ele me atenderia, estaria aqui comigo e diria que tudo ia ficar bem, mas ele preferiu ser ausência.
Nunca passei por tantas provações na minha vida, e nunca amei tanto alguém assim, ao ponto de perder minha razão para que a razão dele prevalecesse. Estou a horas sozinha no meu quarto pensando numa solução, pensando se isso tudo não é um pesadelo, dói tanto que às vezes acho que não vou aguentar, mas lembro com todas as minhas forças que Deus está aqui, que eu tenho um anjo da guarda e assim nada de mal vai me acontecer mesmo que tudo esteja desmoronando sobre minha cabeça.
É como se cada sonho que eu tive até aqui, tivesse sido pisoteado até virar pó, e dessa vez não estou conseguindo reconstruir nada, não estou conseguindo raciocinar direito. É como se eu estivesse perdida no meio de uma multidão e só uma pessoa ali pudesse me ajudar, mas é justamente essa que não quer estender a mão e me resgatar. Quanto mais penso nisso mais a dor aumenta e menos eu sei o que devo fazer.
Preciso curar meu coração, preciso de ajuda, preciso de sentimentos verdadeiros, preciso de vida... Hoje vi que talvez eu não tenha mesmo a importância que eu pelo menos imaginei ter para ele, se fosse algo um pouco mais grave talvez eu nem estivesse aqui escrevendo e ele nem saberia o porquê, nem saberia onde eu iria estar, e talvez não fizesse diferença nenhuma, ou até fizesse. 
Neste momento o que eu mais queria na vida era estar contando para ele tudo o que está acontecendo, aliviar meu coração e saber que mesmo não me querendo mais como namorada, o companheiro estaria ali me ajudando. Era isso que eu faria e que eu gostaria que ele fizesse pelo menos uma última vez, mas vou ter que me virar sozinha e lembrar que pelo menos tentei avisar, que eu não desisti de nada, e que uma hora, mesmo que sozinha eu vou ter força suficiente para me levantar.
Apesar de toda dor e toda confusão interior ainda o amo muito, não poderia mentir para o meu próprio coração, e ainda espero, mesmo que em sonho, ter ele perto de mim.

"Eu já era perdido dentro de mim, 
e ainda inventei de me perder dentro de você."
-Aluador





O ser professor


Meu trabalho é a minha diversão, meu compromisso e minha fuga. Não sei se eu conseguiria fazer outra coisa, na verdade não sinto vontade de ter outra profissão que não seja a de professora.  Fácil não é, mas para mim não existe profissão mais linda, afinal o professor é o sustento, é a base de todas as outras profissões.
Além de saber que posso contribuir para a formação de tantos jovens, o carinho recebido de cada um alimenta a minha alma e meu coração. Tenho o privilégio de não saber ao fim do dia quantos abraços recebi e quantas vezes ouvi me chamarem de "Tia Leeeeenna", ou até mesmo de "mãe". Não consigo contabilizar nem os abraços que minha pequena Marelisa me dá, imagine só de todos! É o meu trabalho que me possibilita ter infinitas possibilidades de crescimento, que me faz refletir tanto e saber que posso contar com muitas daquelas pessoas que convivem comigo diariamente.
Se eu não fosse professora seria professora, não sei explicar muito bem, até mesmo porque não tenho simplesmente uma profissão, tenho uma vocação. É algo que vem do coração, dinheiro nenhum pagaria minhas noites mal dormidas ou as vezes que deixei de sair para preparar uma aula diferente, não por ser sacrificante fazer isso, mas por ser algo que faço com a alma, com sentimento.
Agradeço infinitamente a todos os meus professores, desde a Tia Graça lá do CENJE onde fui alfabetizada, até  a Bia que faz um papel magnífico na UFPI e me mostrou que posso chegar mais longe do que posso imaginar. Se não fosse cada um daqueles que transmitiram amor ao me ensinar, eu não teria o privilégio de saber todos os dias o que é ser professor, consequentemente eu não saberia o que é ter o melhor trabalho do mundo!
Aos meus colegas de trabalho parabenizo com todo carinho do mundo por fazerem parte da minha vida, me ajudarem e principalmente por fazerem valer o título e a boa fama de "família GWA" que temos. Funcionar como funcionamos só tendo muito amor mesmo, tanto que é perceptível a todos que adentram os portões da escola que ali tem alguma coisa diferente, alguma coisa diferente e muito boa!
 Que a EDUCAÇÃO seja feita sempre recheada de amor, que a transformação prometida chegue por meio de nossas valiosas mãos e dos nossos enormes corações. Já pararam para pensar que se não fosse por nós tudo pararia?  Parabéns a todos os professores, a todos nós, vocacionados a fazer e a ser um mundo melhor.

imagemhttp://www.loveteachblog.com/





Sem endereço



Simplesmente fiquei aqui sozinha, me sinto abandonada, como um pacote esquecido no meio da estrada ou como aquela encomenda que vai ser devolvida ao remetente porque não encontraram o destinatário. Sei que não sou perfeita, longe de mim, mas suas palavras duras ainda fazem buracos no meu coração e na minha alma de menina. Mesmo assim não consigo sentir raiva porque o amo, mesmo sozinha aqui ainda o amo.
Ainda espero não sei direito o quê, acho que são meus sonhos e expectativas que nunca param de dar sinal. Às vezes penso que você vai aparecer, pedir perdão, e dizer: nossa vida juntos começa agora! Mas sei o tamanho do seu orgulho, e só um amor tão grande e um coração renovado fariam isso acontecer, e sinceramente não sei se você um dia faria isso por mim.
Confesso que ainda não entendi o que está acontecendo, não entendi o sumiço, não entendi o abandono, mas pensei e concluí uma coisa: colocar nas mãos de Deus é o melhor caminho, assim fiz. Se o meu valor diante de você for pequeno não valerá a pena mesmo aparecer, mesmo assim meu valor para Deus continuará único, afinal somente Ele sabe o que se passa em meu coração.
Sei que de certa forma, querendo ou não, você deve estar um pouco preocupado pelo menos em algum aspecto comigo, posso dizer que estou bem, na medida do possível e apesar do vazio que estou sentindo. A dor de cabeça não passa, mas pelo menos não tive nenhuma crise de ansiedade, e isso para mim é uma grande vitória! 
Eu poderia ter feito alguma coisa melhor, não sei, poderia ter sido uma namorada melhor, mas tudo o que eu tinha e podia foi lhe dado, se errei foi tentando acertar, inclusive nas minhas crises de ansiedade que tanto me torturam, até elas estou aprendendo a controlar, é um trabalho árduo, daqueles de formiguinha mesmo, mas um dia conseguirei me livrar de tudo isso. Perdoe-me se não consegui ser quem eu deveria ter sido e se por algum motivo lhe decepcionei ou magoei.
Estou errada ou acabei de ver na tela do meu celular seu nome? Você me ligou? De verdade ou por engano? Não ouvi tocar... Enfim, tem sido doloroso esperar e não saber se ainda tenho alguém a esperar. Você se vira muito bem sem mim, mas eu e minha dependência emocional fazem com que eu sinta falta de alguma coisa a cada minuto, até do Blu, da Jade e dos filhotinhos deles fazendo música para eu dormir. E apesar de não saber de nada, apesar de estar perdida, lembra de Santa Mônica? Ela rezou mais de 30 anos pela conversão de Santo Agostinho, repeti essa história umas 500 vezes para você, mas continua sendo verdade, se eu não consegui lhe fazer feliz e lhe ganhar para o meu coração, tenho certeza que mesmo aqui sem saber como você está, conseguirei ganhar seu coração para Deus.

"E agora quando a gente faz tudo errado?
Aí é que você descobre se o outro te ama ou não.
Porque na vida, nós só temos o direito de dizer:
"eu amo você", depois de termos dito
 infinitas vezes: "eu perdoo você". 
Se não tem perdão, nunca existiu amor."
[Pe. Fábio de Melo] 





Perdida



Não sei qual o valor dos meus gestos, das minhas palavras e atitudes para você, mas sei que de alguma forma elas têm impacto na sua vida, do contrário você não sentiria minha falta. Felizmente ou infelizmente sou melhor com as palavras do que com as atitudes físicas, pois as palavras acabaram ao longo dos anos tornando-se minhas atitudes mais intensas.
Não sei o que está acontecendo, estou com medo, apreensiva, distraída, esperando respostas que não sei se vou ter. Sinto falta de coisas que não aconteceram ainda, como nosso casamento, nossos filhos, e isso me deixa inquieta porque apesar de eu não ser neste momento o que você quer, sonho muito com isso e meus planos ainda são esses por mais que eu não saiba o que está se passando pela sua cabeça.
Será que você sente minha falta? Será que está com saudades? Será que sente falta dos meus beijos? Será que tem vontade de me ligar? Será que ainda quer me ver? Eu não sei, infelizmente não sei. Estou tentando ser forte e não lhe perturbar, tentado dormir cedo, tentando não olhar nada, não ver nada. Mas essa espera que eu não sei se é espera,  me tortura física e psicologicamente por não saber meu destino.
Acordei com um aperto no peito muito grande, querendo lhe ver, querendo saber o que está acontecendo. Não sei se você me quer, não sei nem se você ainda vai falar comigo, e não sei se isso vai fazer diferença na sua vida porque eu não sei o que significo para ela. A única coisa que posso afirmar com certeza são meus sentimentos e a dor que tenho sentido, ainda não consegui entender as coisas e nem quero acreditar que você terminou comigo pelo telefone, acho que não, prefiro acreditar que você só não quer me ver por enquanto,  está esperando as coisas melhorarem e que vai me chamar para conversar.
Meu grande problema desde sempre é sonhar demais! O mundo está desabando sobre minha cabeça e eu achando que você ainda vai aparecer aqui na minha porta, me chamar para jantar, me dar um beijo, e que eu vou chorar, mas de alegria. Pode ser irracional da minha parte, mas é melhor pensar assim. Por mais que para você tenha parecido pouco, eu me esforcei, tentei lhe agradar, fazer surpresas, fazer você sorrir e acima de tudo lhe dei o que eu mais prezo e acredito: minha FÉ! Sei que nossas crenças são um pouco diferentes, mas eu não iria diante do que eu mais acredito e confio, o Santíssimo Sacramento, falar alguma coisa por falar, acho que até hoje não teve muita importância para você, mas para mim foi tudo!

Me perdoe pelas vezes que lhe magoei e que nem sei o porquê. Tenho me sentido um lixo sem valor, me sentindo alguém que por maior esforço que tenha em fazer as coisas bem, não consegue. Espero que ainda haja alguma explicação, na minha cabeça e no meu coração ainda estou com você, mas não sei se ainda estou na sua vida. Mesmo assim eu te amo e não queria lhe perder.
"Se a pessoa feriu você,
saiba perdoar. Não por se
sentir obrigado a fazer isso,
mas porque você ama."
[Laureane Antunes]





Olhos maus


Quantas vezes temos aquela sensação de que alguém não gosta de nós e nem ao menos sabemos o porquê? Quantas vezes também ocorre o contrário ao vermos alguém e já nos sentirmos mal sem nenhum motivo aparente? Isso é tão comum, que às vezes passa e não nos damos conta do mal que isso faz. 
Durante toda essa semana, ao ler algumas passagens bíblicas e escutar algumas pregações do saudoso padre Léo, pude perceber o quanto esse tipo de situação sempre esteve presente na minha vida. É tão ruim passar na rua e sentir aquela pessoa fitando você e deixando um rastro de maldade. Além de ruim é triste! A alguns anos atrás sofri muito com isso, ainda respinga do meu coração algumas coisas que fui obrigada a ouvir e ver. Esse tipo de situação é bem mais comum em cidades pequenas, em que temos a vida exposta a todo instante.
A maldade vinda dos olhos e do coração de nós seres humanos é algo intragável, algo que não vem de Deus. Sempre fui muito sensível a esse tipo de sentimento, e muito do que sofro ainda hoje com a síndrome do pânico eu sei que vem dessas situações em que eu não soube reagir de forma correta. A alguns meses atrás passei o mês quase todo em oração por alguém que sei que não se sente bem com minha presença, mesmo em oração senti novamente o mal nas palavras e atitudes dessa pessoa para me atingir por pura maldade, me senti tão diminuída, tão triste, mas encontrei na oração todos os sinais que Deus me enviou através das minhas leituras e ao ouvir o Padre Léo.
Em Hebreus 12, 14-15, podemos encontrar: "Procurai a paz com todos e ao mesmo tempo a santidade, sem a qual ninguém pode ver o Senhor. Estai alerta para que ninguém deixe passar a graça de Deus, e para que não desponte nenhuma planta amarga, capaz de estragar e contaminar a massa inteira." Essa passagem veio me dizer que mesmo que continuemos sendo atingidos, devemos continuar procurando a paz, acredito que para isso devemos refletir o que podemos fazer para encontrar essa paz, cultivar um coração que saiba perdoar e sobretudo entender que lutamos diariamente contra a maldade, mas que Deus em sua infinita bondade é muito maior de qualquer situação que venha a tentar destruir nossas vidas.
É total hipocrisia tentar mostrar a sociedade que se tem uma religião, que se tem uma família perfeita e no fim das contas bastar um olhar para conseguir desmontar alguém. Somos tão imperfeitos, todos os dias somos suscetíveis a quedas, mas o que esquecemos é que podemos nos levantar, mesmo que queiram com toda força lhe derrubar, ainda assim é o seu coração e a sua fé que vão dizer  que você pode erguer-se mais uma vez. Em Lucas 6, 27 - 28, Deus vem nos dizer: "Digo-vos a vós que me ouvis: amai os vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, abençoai os que vos maldizem e orai pelos que vos injuriam." Deus não desiste de ninguém, quem sou eu para desistir de um irmão? Transformemos os olhos maus em bons, não canse de pedir a salvação de quem te faz mal, nem de pedir ao Senhor que arranque do teu coração tudo aquilo que não vier d'Ele. 

imagem: google imagens




Seguidores

I like

Postagens populares