Delírio







Título original: Delirium
Autora: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca 
Ano: 2012
Páginas: 342
Tradução: Rita Sussekind
Adaptação de capa e projeto gráfico de miolo: Ilustrarte Design e Produção Editorial





Delírio é um livro diferente de tudo que já li e já vi a começar pela capa! A estória fala do amor como uma doença, chamada de deliria nervosa , que é controlada pelo governo a alguns anos. Lena, a protagonista do livro, é uma adolescente de 17 anos que vive com uma tia porque sua mãe cometeu suicídio quando ela ainda era criança, o que a menina sabe é que a mãe tinha a "doença" e por isso se matou.
Aos 18 anos todos precisam fazer a "intervenção", uma espécie de processo cirúrgico que na maioria dos casos cura as pessoas, fazendo com que a vida delas até aquele instante pareça um sonho. Antes disso são feitas avaliações em laboratórios para que depois da cura os jovens sejam encaminhados de acordo com seus perfis para universidades e sejam pareados com uma pessoa do sexo oposto, com quem irá se casar, ter filhos e uma vida conveniente para sempre. 
Lena era conformada com tudo isso, pois carregava o peso de viver em uma família marcada por causa da doença de sua mãe, e acreditar estar segura por viver em um lugar onde tudo é regulado, desde as músicas a se ouvir até a hora de poder ficar na rua. Além de viver cercada por muros e cercas elétricas que separam esse mundo da Selva, um lugar que talvez ainda existam resistentes à cura, ou seja, pessoas que acreditam no amor. Hana, a melhor amiga de Lena, não é muito conformada com o que lhe é oferecido e em ser regulada e vigiada pelo governo 24 horas por dia, mas Lena acha  que Hana está errada, que ela deveria tentar ser feliz do jeito que convém.
Tudo muda quando Lena conhece Alex, um menino com os cabelos do outono, como ela descreve, e que ela viu pela primeira vez no dia da sua avaliação. Depois eles se aproximaram, ela passou a entender um pouco mais a revolta de Hana, e começou a descobrir um mundo que nunca pensou que pudesse exitir.
Apesar de ser uma distopia, Delirio é tão envolvente que parece real, Lauren Oliver trabalhou isso muito bem durante a narrativa. O livro prende o leitor até o fim, que por sinal é surpreendente e me deixou bastante ansiosa pela próximo livro que continua a série e se chama Pandemônio. Há muitas coisas a serem reveladas no segundo livro, espero que ele seja tão bom quanto o primeiro, porque esse já está na minha lista de favoritos. 

"Você precisa entender. Não sou ninguém especial. Sou apenas uma garota. Tenho um metro e cinquenta e oito e sou mediana em todos os aspectos.
 Mas tenho um segredo. Você pode  construir paredes até o céu, mas eu encontrarei uma maneira de voar por cima delas. Pode tentar me prender com cem mil braços, mas eu encontrarei um jeito de resistir. E há muitos de nós por aí, mais do que você imagina. Pessoas que se recusam a deixar de acreditar. Pessoas que se recusam a pôr os pés no chão. Pessoas que amam em um mundo sem muros, pessoas que amam em meio ao ódio, em meio à recusa, com esperança e sem medo."



Site da Lauren Oliver: 
http://www.laurenoliverbooks.com/
Book trailer de Delírio :






10 Things I Hate About You


Sempre escrevo aqui sobre meu coração, meus sonhos e realizações, e hoje não vai ser muito diferente porque vim escrever sobre algo que sou fã e me acompanha a muito tempo. Essa semana lendo a Revista dm deste mês, fiquei paralisada quando vi a foto do meu filme preferido "10 Coisas Que Eu Odeio Em Você", ele foi lançado em 1999 e contava com um elenco maravilhoso como Julia Stiles, Heath Ledger (in memorian) e Joseph Gordon-Levitt, que posteriormente se tornaram atores de grande sucesso. Mas a pergunta é: o que um filme dos anos 90 faz em uma revista teen em pleno ano de 2012? 
Recentemente o diretor do filme, Gil Junger anunciou que em breve poderemos assistir à uma continuação de "10 Things I Hate About You", o título será "10 Things I Hate About Life", a tradução seria 10 Coisas Que Eu Odeio Sobre A Vida, mas não sabemos se esse será o título em português.
O filme de 1999 era baseado na obra "A Megera Domada" de Shakespeare e contava a história de Kat Stratford, adolescente feminista conhecida como uma verdadeira megera por toda a escola, completamente diferente de sua irmã Bianca Stratford, que era uma menina meiga, popular e tinha os sonhos de uma adolescente comum. Kat só começa a amolecer o coração quando se apaixona por Patrick Verona, um cara misterioso que no desenrolar da trama acaba se apaixonando por Kat também, e mostrando ter um coração enorme, diferente do que todos os outros pensavam. Já o novo filme vai falar de duas pessoas que decidem cometer suicídio no mesmo lugar e horário, mas por conta dessa coincidência, acabam desistindo e a partir daí voltam para suas vidas e muitas coisas irão acontecer.
"10 Things I Hate About Life" será estrelado pela atriz Hayley Atwell, de Capitão América: O Primeiro Vingador. Por enquanto não há notícias sobre os detalhes da produção e  de estreia, mas desde já estou MEGA ansiosa! Em 2009 foi ao ar na ABC Family uma série chamada "10 Things I Hate About You" e  mesmo tantos anos depois, foi bem fiel ao filme. O ator Larry Miller, atuou tanto no filme de 1999, como na série de 2009 no papel de Walter Stratford, pai das irmãs Stratford, mas algumas informações dizem que  em "10 Things I Hate About Life" não haverá nenhum ator das produções anteriores.
Não sei direito o que me ligou durante os últimos 13 anos à esse filme, o que sei é que perdi as contas de quantas vezes o assisti. Acho que deve ser pelo fato dele ter muito do que eu gosto: músicas marcantes com letras lindas, uma menina que insiste em realizar seus sonhos, muita literatura, um cara que luta pelo amor verdadeiro sem se importar com o que os outros vão pensar, e claro, meus atores prediletos.

"Odeio como fala comigo
E como corta o cabelo
Odeio como dirige o meu carro
E odeio seu desmazelo
Odeio  suas enormes botas de combate
E como consegue ler minha mente
Eu odeio tanto isso
Que até me sinto doente
Odeio como está sempre certo
E odeio como você mente
Odeio quando me faz rir muito
 Mais quando me faz chorar
Odeio quando não está por perto
E o fato de não me ligar
Mas eu odeio principalmente 
Não conseguir te odiar
Nem um pouco
Nem mesmo por um segundo
Nem mesmo só por te odiar."

[Poema que Kat Stratford lê em
 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você]




Seguidores

I like

Postagens populares