365 dias





Quem observa a vida da gente de longe deve pensar: nossa, um ano passou tão rápido! Mas só quem passa por situações parecidas com a que passei deve entender um pouco tudo o que senti no último ano, que para mim não passou tão rápido assim.
 Em 2012 tive alegrias e dores infinitas, a essa época do ano eu estava em desespero com a morte do meu namorado, e a única coisa que passava pela minha cabeça é que minha vida tinha sido destruída junto com o acidente que levou a vida dele, e que eu seria lembrada pelas pessoas sempre com essa marca.
Durante todo esse tempo além da dor, tive também que suportar críticas, olhares, entre outras coisas que me magoaram profundamente até mesmo de pessoas próximas a mim. Mas como para cada momento da vida existe um aprendizado, posso dizer que nunca havia amadurecido tanto como durante esse período.
Hoje a saudade que sinto é uma saudade de alguém da minha família que se foi, alguém que era tão parecido comigo que algumas vezes cheguei a pensar que éramos muito mais irmãos do que namorados. Aí lembro de uma professora minha que sempre dizia que a alma gêmea da vida da gente não é necessariamente o namorado, o esposo, na vida dela era sua mãe o perfeito encaixe da sua alma. 
Bom, comecei aos trancos e barrancos recomeçar minha vida, passando por cima de tudo e todos que 
me magoavam, descobrindo quem são meus amigos de verdade, e principalmente vendo quem eu sou realmente. Depois que o Príncipe se foi, pareceu inaceitável para muitas pessoas que eu entrasse em um novo relacionamento, até mesmo para mim era difícil entender que eu precisava continuar estudando, trabalhando, vivendo... Isso aconteceu até o dia em que tive um sonho, bobagem para muitos, ponto de recomeço para mim. Certo dia estava muito triste, chorando sem parar, com uma dor sem fim no coração pelo que tinha ouvido sair da boca de pessoas que desde sempre convivem comigo, não acreditei que depois de tanta dor eles mesmo estariam me criticando achando que seria a melhor forma de me proteger. Não os culpo, porque foi difícil para todo mundo, e  de certa forma até foi bom porque me fez refletir que meu coração é muito mais importante do que os olhares e comentários de uma pequena cidade.
No meu sonho, o Príncipe  me abraçava delicadamente, como se estivesse com medo da minha reação, mas no meu coração eu disse: "Eu quero lhe ver, eu não estou com medo!" Então ele me virou, olhou para mim e disse:" Não perca a esperança nem a oportunidade de ser feliz!" Depois disso ele ainda conversou um pouco comigo e disse que precisava ir embora, com aquele jeito meigo, sorrindo. Eu então fiquei querendo perguntar mais coisas e ele só respondia que eu não devia me preocupar porque ficaria tudo bem. Então foi se afastando e só ouvi sua voz ao longe me dizendo para seguir em frente.
A partir daquela manhã decidi que seguiria em frente sem me procurar com todas as besteiras que falavam, com os incômodos que me causavam, e finalmente deixei de me sentir culpada pelo que eu estava passando. Hoje carrego no peito cada segundo que passei com o Príncipe, o orgulho que ele tinha de mim e tudo o que me ensinou, principalmente a ser feliz!
Anjo de luz, agradeço muito por tudo, por ter me tirado de um poço que eu achava que nunca sairia, e por mesmo depois de ter ido morar no céu, ter me dado força para superar tudo! Foi uma honra ter você na minha vida, e é uma honra maior ainda ser protegida por você.

Imagem by we heart it




4 comentários:

  1. Oiii,
    Nossa que texto lindo!!! Não te conheço, mas é isso bola pra frente!!!! Deus sabe o que faz.. e não ligue para os outros, eles não sabem metade do que você passa, se importe com você!!! e espero que seja MUITO feliz!!!

    Beijinhos!! ♥

    http://suellen-ll.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Lenninha, como disse Mario Quintana, "a vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa, quando se vê, já são seis horas, quando se vê, já é sexta-feira, quando se vê, já é natal..., quando se vê, já terminou o ano...", só nos resta correr. Correr contra o tempo? Não. Correr atrás da nossa felicidade. Correr atrás de fazer o bem, correr atrás de quem a gente ama, porque no fim de tudo o que fica é o amor. Quem cuida da sua vida é você e pronto! As pessoas que perdem tempo "cuidando" da sua vida, perdem a oportunidade de correr atrás do que interessa e só elas perdem, acredite. O meu, o seu Deus é Aquele que cicatriza todas as feridas e o tempo um amigo que bate no nosso ombro e diz: tudo isso vai passar.

    Um milhão de bjs p vc!!!!
    De sua prima linda =) hehe*
    Narinha
    Obs: exclui o anterior porque escrevi muito rápido e tinham alguns erros, você sabe né? Sou virginiana.

    ResponderExcluir
  4. To de visita
    ;) mto legal seu cantinho Abrass http://www.renatoartesanato.com/

    ResponderExcluir

Para ter a sua foto nos comentários desse blog é preciso cadastro no Blogger

Seguidores

I like

Postagens populares